Connect with us

Internacional

Governo da Argentina retira reforma fiscal da ‘lei ônibus’

Published

on

Governo da Argentina retira reforma fiscal da ‘lei ônibus’

[ad_1]

O ministro da Economia da Argentina, Luis Caputo, disse nesta sexta-feira, 26, que o governo decidiu retirar o capítulo fiscal da chamada “lei ônibus”, que gerou um grande debate com governadores e parlamentares da oposição, para facilitar e acelerar sua aprovação no Congresso.

Apesar de retirar a parte fiscal da proposta, que incluía uma reforma no cálculo das pensões, a regularização de capitais, a transição da previdência e um aumento de impostos, o governo mantém o objetivo de alcançar o equilíbrio fiscal, de acordo com Caputo.

+ Leia as últimas notícias sobre Mundo no site de Oeste

“Isso não significa, de forma alguma, que vamos abandonar nosso compromisso de alcançar o equilíbrio fiscal, nossa meta de déficit zero”, afirmou o ministro.

Luis Caputo ministro Economia Argentina
O ministro da Economia da Argentina, Luis Caputo, disse que o governo mantém o objetivo de alcançar o equilíbrio fiscal | Foto: Reprodução

A lei ônibus é um grande pacote de reformas que vai desde aumentos de impostos até privatizações. O projeto enfrentou obstáculos para sua aprovação porque o partido governista tem minoria nas duas casas do Congresso.

+ Veja: Argentina ultrapassa Líbano e fecha 2023 com a maior inflação do mundo

O presidente Javier Milei tenta reanimar a economia da Argentina, que tem uma das taxas de inflação mais altas do mundo e um nível de pobreza de mais de 40%.

Caputo destacou que, depois de uma inflação de mais de 200% em 2023, a alta de preços diminuiu “acentuadamente” nas últimas duas semanas.

+ Leia também: Milei consegue 1ª vitória com ‘lei ônibus’, apesar de greve

[ad_2]

Continue Reading
Advertisement
Clique para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Revista Plateia © 2024 Todos os direitos reservados. Expediente: Nardel Azuoz - Jornalista e Editor Chefe . E-mail: redacao@redebcn.com.br - Tel. 11 2825-4686 WHATSAPP Política de Privacidade