Connect with us

Brasil

DF registra 34 casos prováveis de dengue por hora desde o começo do ano – Notícias

Published

on

DF registra 34 casos prováveis de dengue por hora desde o começo do ano – Notícias

[ad_1]


O Distrito Federal registrou 16.628 casos prováveis de dengue entre os dias 1º e 20 de janeiro, o que equivale a uma média de 34 registros por hora. Dados da Secretaria de Saúde apontam um aumento de 646,5% no número de ocorrências quando comparadas ao mesmo período de 2023, quando 2.154 casos prováveis da doença foram registrados.



Para a secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio, a alta de casos está relacionada ao aumento de notificações e ampliação do acesso da população. “O aumento do número de casos reflete o aumento de vigilância epidemiológica”, afirma.


Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto


“Não vejo como uma situação fora de controle, não. Muito pelo contrário. Nós aumentamos a notificação, mas também aumentamos as portas e o acesso e estamos com abastecimento, tanto do ponto de vista de materiais e médicos hospitalares como em diagnóstico”, conclui a secretária.


A faixa etária com maior incidência de casos é de jovens de 20 a 29 anos, com 19% dos casos. A região administrativa com mais casos é Ceilândia, com 3.963.


Em 2023, foram registrados 40.934 casos prováveis de dengue no DF, uma redução de 45,4% em relação ao ano anterior, quando 70.573 casos prováveis foram notificados.


Até o dia 22, o Distrito Federal registrou 18 mortes suspeitas de dengue, sendo que 3 foram confirmadas e 15 seguem em investigação. As três pessoas que morreram eram homens com comorbidade.


Medidas preventivas


Nove tendas começaram a funcionar em regiões administrativas consideradas estratégicas desde o último sábado (20). As instalações permanecerão por 45 dias para testagem da população, orientação e hidratação das pessoas doentes.


Para garantir atendimento a pacientes, 11 unidades básicas de saúde (UBS) estão funcionando com horário ampliado, das 7h às 22h. Os 38 carros de fumacê estão circulando das 4h às 6h e das 17h às 19h. A previsão é que tenha pelo menos um veículo por região administrativa.


A secretária informou que agentes de vigilância ambiental serão contratados e que 300 soldados do Corpo de Bombeiros foram treinados para fazer visitas em domicílio e ajudar com medidas preventivas da doença.


Um canal de telefone foi criado para prestar informações à população sobre os locais das tendas e outras informações da doença. O número é o 199.

[ad_2]

Continue Reading
Advertisement
Clique para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Revista Plateia © 2024 Todos os direitos reservados. Expediente: Nardel Azuoz - Jornalista e Editor Chefe . E-mail: redacao@redebcn.com.br - Tel. 11 2825-4686 WHATSAPP Política de Privacidade